Artise - Associação dos Artistas de Sobradinho e Entorno

Partilhe este site...

 

Seja bem-vindo!

 Interrogação

Comentários

Telefones de Emergência 

Polícia Civil 197

Defesa Civil 199

Polícia Militar 190

Polícia Federal 194

Pronto-Socorro 192

Disque-Denúncia 181

Corpo de Bombeiros 193

Delegacias da Mulher 180

Polícia Rodoviária Fed. 191

Polícia Rodoviária Est. 198

Telefones Úteis

Ibama 152

Procon 151

Detran 154

CEB 0800-610196

INSS 0800-780191

Água e Esgoto 115

Vigilância Sanitária 150

Polícia Federal 3311-8000

 


Léo Gandelman

Leo_Gandelman

Saxofonista ministra workshop no Curso de Verão da Escola de Música

Correio Braziliense - 27/01/2015

Léo Gandelman não está entre os professores da 37ª edição do Curso Internacional de Verão (Civebra), mas, amanhã, entre 8h e 11h, ele ministra um workshop incorporado à programação do evento, no Teatro Carlos Galvão, da Escola de Música de Brasília. Durante a aula, o consagrado saxofonista carioca falará sobre mercado, produção musical e processo de criação. O foco da conversa, entretanto, será o instrumento do qual é um mestre.

“Compor, arranjar, gravar, produzir e fazer show são os aspectos que proporcionam maior visibilidade ao meu trabalho. Mas, ao longo de quase 40 anos de carreira, tenho estado à frente de workshops tanto no Brasil quanto no exterior”, afirma Léo. “Esse contato com pessoas, geralmente mais jovens, ávidas por informações ligadas à atividade do músico me agrada bastante. Até porque acaba havendo, também, uma saudável troca de experiências”, acrescenta.

Esta é a primeira vez que o instrumentista — mesmo indiretamente —, toma parte do Civebra. “Sei da importância desse curso, que congrega estudantes e professores de música do Brasil e do exterior. Estou feliz por poder trazer minha contribuição aos participantes. Isso foi possível pelo apoio que recebi da Grilo Musical”, destaca. A oficina é basicamente teórica, mas, no final, Léo exibirá seu talento mostrando, ao sax, composições autorais e clássicos da MPB.

No segundo semestre de 2014, o saxofonista esteve na cidade para lançar o álbum Música de fronteira, no Espaço Cultural do Choro. Ele fará o mesmo recital em 7 de fevereiro, na Sala Cecília Meirelles, no Rio de Janeiro, ao lado do jovem pianista Eduardo Farias. “Brasília é um lugar em que toco bastante, principalmente nos projetos do Clube do Choro. Já fui também solista da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional”, lembra.
Há 30 anos, Léo participou da primeira edição do Rock in Rio, acompanhando Lulu Santos e Blitz. No festival de 2011, ele tocou na Rock Street, um dos espaços da Cidade do Rock. “Acabei de receber o convite para me apresentar no Rock in Rio Las Vegas, em maio. Pelo mesmo palco passarão, na noite de amanhã, Pepeu Gomes e o saxofonista pernambucano Spock”, anuncia. “Vou ter a companhia de Alberto Continentino (baixo), Antônio Neves (bateria), Eduardo Farias (teclados) e Miguel Gandelman (sax), meu filho, que mora em Los Angeles e integra as bandas de Usher e Stevie Wonder”, complementa.

Léo Gandelman
Workshop do saxofonista amanhã, das 8h às 11h, no Teatro da Escola de Música de Brasília (L2 Sul, Quadra 602), como parte da programação do 37º Curso Internacional de Verão. Entrada franca. Classificação indicativa livre.